jusbrasil.com.br
7 de Dezembro de 2016
    Adicione tópicos

    TRT-23 - RECURSO ORDINARIO TRABALHISTA : RO 372200902123008 MT 00372.2009.021.23.00-8

    EQUIPARAÇÃO SALARIAL. ÔNUS DA PROVA.

    Processo
    RO 372200902123008 MT 00372.2009.021.23.00-8
    Orgão Julgador
    1ª Turma
    Publicação
    18/11/2010
    Julgamento
    16 de Novembro de 2010
    Relator
    DESEMBARGADOR ROBERTO BENATAR

    Ementa

    EQUIPARAÇÃO SALARIAL. ÔNUS DA PROVA.

    Nas ações em que se pleiteia a equiparação salarial é do autor o ônus de provar a identidade das funções desempenhadas e ao réu incumbe demonstrar a diferença de produtividade ou de perfeição técnica, antiguidade do paradigma superior a dois anos ou existência de quadro de carreira. Na hipótese, o reclamante não conseguiu se desincumbir do ônus de provar a identidade funcional com o paradigma indicado, de molde que não merece reforma a sentença objurgada que indeferiu o pedido de equiparação salarial. INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL. INOCORRÊNCIA. A indenização por dano moral repousa na teoria subjetiva da responsabilidade civil, cujo postulado básico estriba-se no conceito de culpa, e esta, fundamentalmente, tem por pressuposto a infração de uma norma preestabelecida. Na hipótese dos autos, o reclamante não provou os fatos alegados, ou seja, que a reclamada não oferecia condições de saúde e higiene mínimas no local de trabalho, ônus do qual não se desincumbiu, não havendo falar no direito à indenização por dano moral.

    Veja essa decisão na íntegra
    É gratuito. Basta se cadastrar.
    Disponível em: http://trt-23.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/19146158/recurso-ordinario-trabalhista-ro-372200902123008-mt-0037220090212300-8

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)